PAÍSES FRÁGEIS

Prevê-se que em 2030 a maioria da população pobre do mundo viva em países frágeis e afetados por conflitos. Apesar de o comércio abrir novas oportunidades, os países que estiveram durante muito tempo isolados devido a anos de conflitos ainda não concretizaram plenamente o seu potencial de comércio, enfrentando desafios específicos relacionados com conflitos na criação da sua base económica e sua integração na economia global.

Desde a sua criação, o QIR tem trabalhado com países frágeis e afetados por conflitos para lançar as bases para o comércio e o desenvolvimento. No futuro, e com base na experiência do QIR e nas lições aprendidas com o apoio prestado a esses países, o programa irá aplicar uma nova abordagem de implementação que leva em consideração circunstâncias especiais e visa alcançar melhores resultados para a população, as instituições e as economias locais. O apoio institucional será personalizado a fim de assegurar a existência de uma infraestrutura básica, a coordenação com os parceiros e os ciclos do programa nacional será sincronizada e uma abordagem flexível ao desenvolvimento e à implementação será privilegiada.

O QIR está também a trabalhar com as instituições regionais e locais a fim de ajudar os países a desenvolverem estratégias de abandono do estatuto de PMA e medidas transitórias de reforço de capacidades.